27.6.06




Anglicismo Semântico du Jour - 26-6-2006 - Evidência

Muito já escrevi a respeito do anglicismo semântico "evidência", mas, como não sou nenhuma otoridade em nada, a tchurma sem noção continua usando a palavra com o sentido inglês, inclusive os macaquitos que trabalharam na criação do Dicionário Houaiss. Vou copiar, então, a opinião do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, onde escrevem muitas autoridades no assunto.

Tema: O anglicismo semântico “evidência”
Pergunta/Resposta
Em nossa labuta diária, deparamo-nos com dúvidas atrozes e singelas, onde nossa certeza de bem usar a última flor do Lácio é diuturnamente ameaçada pela barbárie.
Eis o motivo da indagação que ora lhe apresento, mediante o seguinte enunciado:
O Dicionário Eletrônico Houaiss 1.0 nos diz que a expressão "evidência" tem como primeiro sentido «qualidade ou caráter de evidente, atributo do que não dá margem à dúvida» e, como terceiro sentido, «aquilo que indica, com probabilidade, a existência de (algo); indicação, indício, sinal, traço». Assim, num texto técnico, p. ex., na frase «Nossos trabalhos nos trouxeram evidência de superfaturamento», é seguro afirmar que a palavra "evidência" pode ser substituída por "prova", ou seria mais adequado substituí-la por "indício"?
Muito obrigado!
Murillo Sérgio de Farias Félix
Brasil


Evidência, no sentido que aponta, é um anglicismo que se deve evitar.
É, de facto, prova o termo correcto nestes casos e ainda noutros, como na justiça, em que os Ingleses também usam "evidence" com o significado de prova.
F. V. P. da Fonseca


(in: http://ciberduvidas.sapo.pt/php/resposta.php?id=15887)

Labels:

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home