23.9.12




Havia ou Haviam?



Tenho uma dica, ou melhor, um macete, para a turma que não educou o ouvido: o verbo haver, quando tem o sentido de existir, não tem plural. Por quê? Porque não tem sujeito, uai! (Alguém podia fazer o favor de contar isso ao Paulo Coelho?)

Ih, tá difícil saber quem é quem? Vai ficar fácil! Sempre que sentir vontade de escrever "haviam", transporte esse passado para o presente que a dúvida vai embora. Vou dar uns exemplos:

Haviam muitos alunos no congresso.
no presente, seria:
Hão muitos alunos no congresso?

É claro que não! O certo é "há muitos alunos no congresso", portanto, pode voltar ao passado tranquilamente e escrever
HAVIA muitos alunos no congresso.

Vamos ver se deu pra entender?
O certo é
Quantos cachorros haviam no canil?
ou
Quantos cachorros havia no canil?

É só transportar para o presente que percebemos a obviedade do verbo haver no singular:
Quantos cachorros há no canil?
A frase "quantos cachorros HÃO no canil?" chega a dar dor de ouvido, né?

Outra maneira de separar o trigo do joio é perceber que o verbo haver só tem número quando é auxiliar de tempo composto, ou seja, não tem o sentido de existir, é só lacaio do verbo principal. Exemplo:

Por que tomou esse remédio? As enfermeiras haviam pedido que você não tomasse.
Quando fui ao Canadá, os dias gelados do inverno já haviam acabado.

Como devem ter percebido acima, nesses casos o verbo é mero auxiliar do principal e tem de acompanhar o número do sujeito.

Dúvidas? Quem pergunta aprende e não erra mais.



0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home