21.12.07




Decalcomania du Jour - ou O Maldito "por" Parte III

É interessante essa mania que o ser humano tem de copiar erros por acreditar que não sejam erros, só porque foram usados por gente de certo renome.

Quem acompanha as listas de tradutores na internet como eu, desde 1995, se tiver boa memória e for uma pessoa observadora, perceberá que, ainda na década de 1990, praticamente todos os tradutores usavam a preposição correta para atribuir autoria: de.

O maldito "por" antes do nome do autor anda se espalhando ultimamente que nem praga de gafanhoto e me surpreende perceber tradutores que não o usavam e até diziam que não se deixariam contaminar por tamanho despropósito lingüístico estarem hoje usando esse maldito "por" a torto e a direito.

Quando questionados, alguns se ofendem e afirmam categoricamente que sempre usaram esse maldito por e que isso sempre foi assim. Como dizem os anglos: Big Brother at his best! Oh, well. Não citarei nomes, é claro, noblesse oblige.

É doloroso ler em textos de pessoas que se declaram mestres e doutores o maldito "por" antes do nome do autor de livros, de palestras, de cursos etc. etc. etc. Que belo exemplo dão aos alunos!

E, com isso, agora está se tornando comum essa macaquice nos textos escritos por tradutores, que, cada vez mais, se aproximam dos textos produzidos por máquinas de tradução. A profecia do Josh Wallace, "translate beautifully or be replaced by a machine" (lantra, 1997) se realiza com mais força dia após dia. É lastimável.

Labels: , , , ,

1 Comments:

Blogger marciacaiu said...

This comment has been removed by the author.

17:11  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home