26.4.10




CENSURA!





Tem gente por aí que adora uma falácia. Você sabe o que é censura e o que é censura prévia? Sabe mesmo? 

Quem não viveu os anos de chumbo do Brasil vem demonstrando, cada vez mais, uma vontade louca de voltar a eles. E quem os viveu, dependendo de que lado estava, ou os quer ver bem longe do século XXI, ou está doidinho para tê-los de volta.

É o que vem acontecendo na Internet, onde a maioria não conheceu a ditadura e uma minoria de lobos em pele de cordeiro fazem discursos longuíssimos para justificar o injustificável.

Para quem não sabe: censura prévia é o fulano que escreveu algo para publicação ser barrado no meio do caminho para exame. Se o fiscal da censura achar que pode, libera; se achar que não pode, proíbe. Repito: o nome disso é CENSURA PRÉVIA. Tem um grupelho de ditarorezinhos de meia tigela arrogando a si mesmos o direito de exercer esse poder de mando. Falo de um grupo que se autodenomina "moderadores". Esses são os novos Dona Solange. São a Dona Solange do século XXI.





A Dona Solange era a triste criatura que liberava ou vetava as letras de músicas no tempo da ditadura.

Só quem morre de saudade dos anos negros da ditadura ou quem nunca a viveu pode tentar convencer que a tal "moderação" não é censura prévia.

Mirem-se na filosofia do Twitter, senhores ditadores. No Twitter cada um decide quem vai querer ler. Se não gosta de ler um indivíduo qualquer, clica no "block" e pronto. Não o lê mais. Com a diferença de que todos os outros continuam com o direito de ler a criatura. O Twitter não deixa espaço nenhum para os ditadores de fundo de quintal. É por isso que certas pessoas detestam o Twitter. Claro, não conseguem exercer o poder de síndico que perdeu a eleição. Não conseguem manipular. Os censores são, tipicamente, pessoas que não têm autoridade nem na própria casa.

Não se enganem amigos: o que chamam de "moderação", chamava-se censura prévia na ditadura. Cruzem os braços, não reajam, sejam cordeirinhos. Quando menos esperarem as vítimas serão vocês! Essa velha história de "lista morrendo" existe desde o princípio, desde que eram meia dúzia de gatos pingados. E os que impõem a censura também são sempre os mesmos e mais os jovens ignorantes, que não fazem idéia do que seja viver sob o regime da ditadura.

Ninguém deixa de ter suas dúvidas respondidas na Trad-Prt, por mais que chorem os reacionários. Sou contra a censura e seria contra os meus princípios submeter, de livre e espontânea vontade, os meus escritos a censores. Principalmente pessoas falsas, que bajulam e pedem que eu lhes dê serviço, mas, por trás, exercem o poderzinho de ditadores de fundo de quintal. Ainda bem que eu tenho um bom faro e não caí na armadilha de repartir o meu trabalho com gente indigna de confiança. Gente que vem pedir trabalho com a intenção de saber quem são os clientes e, usando de subterfúgios e calúnias, tentar roubá-los. Cuidado com essa gente! Cuidado com a Trad-Prt! Quem acredita ter o direito de regular o que 3 mil pessoas podem ou não podem ler são pessoas muito perigosas! Tomem muito cuidado!

E não digam que não avisei! "Moderação", teu nome é CENSURA!



Para completar, eis uma explicação técnica em que TENTAREI fazer com que os leigos que estão falando um monte de bobagens aprendam a ver os cabeçalhos (headers) antes de dar continuidade ao besteirol (o texto foi extraído de uma msg. que pedi a um amigo que enviasse à lista porque ele não está sob censura - é óbvio que não seria liberada pelos censores):



Tenho quase 30 anos de PC e quase 20 de Internet. Sou do tempo do computador de grande porte. Peço que aqueles que não sabem nem o que é cabeçalho de mensagem, tampouco o que fazer para vê-lo na tela, se abstenham de tecer comentários a respeito do que eu falei porque estão tentando falar do que não sabem. 

Vou tentar explicar para quem está deslizando na maionese. Além de entender do assunto, sou proprietária de lista no Yahoo e sei muito bem como são os mecanismos de censura, embora não os use. 

Eis um cabeçalho completo (continuarei a explicar lá embaixo do cabeçalho): 

From jsimoes@... Sun Apr 25 03:10:26 2010
Return-Path: <jsimoes@...>
Received: (qmail 63298 invoked by uid 7800); 25 Apr 2010 10:10:23 -0000
X-Sender: jsimoes@...
X-Apparently-To: trad-prt@...
X-Received: (qmail 93628 invoked from network); 25 Apr 2010 08:20:25 -0000
X-Received: from unknown (66.196.94.105)
by m1.grp.sp2.yahoo.com with QMQP; 25 Apr 2010 08:20:25 -0000
X-Received: from unknown (HELO mail-iw0-f188.google.com) (209.85.223.188)
by mta1.grp.re1.yahoo.com with SMTP; 25 Apr 2010 08:20:24 -0000
X-Received: by iwn26 with SMTP id 26so1499902iwn.6
for <trad-prt@...>; Sun, 25 Apr 2010 01:20:24 -0700 (PDT)
MIME-Version: 1.0
X-Received: by 10.231.183.130 with SMTP id cg2mr801381ibb.92.1272183624492; Sun,
25 Apr 2010 01:20:24 -0700 (PDT)
X-Received: by 10.231.38.134 with HTTP; Sun, 25 Apr 2010 01:20:24 -0700 (PDT)
Date: Sun, 25 Apr 2010 05:20:24 -0300
Message-ID: <n2wd12310011004250120j936f55dcs2d2dc923c5d72e0b@...>
To: trad-prt@...
X-Originating-IP: 209.85.223.188
From: Jussara Simoes <jsimoes@...>
Subject: PROF Book Translators Deserve Credit
X-Yahoo-Group-Post: member; u=192893381; y=6fUICYT5o3bBhvXgngDTAcPWDBAwYevd_gF9HciftS0fLraIMe_VDNkWZw
X-Yahoo-Profile: jussara_simoesbr
Content-Type: text/plain
Content-Transfer-Encoding: quoted-printable
X-eGroups-Approved-By: hfsantos2006 <hfsantos@...> via email; 25 Apr 2010 10:10:23 -0000
From jsimoes@... Sun Apr 25 03:10:26 2010
Return-Path: <jsimoes@...>
Received: (qmail 63298 invoked by uid 7800); 25 Apr 2010 10:10:23 -0000
X-Sender: jsimoes@...
X-Apparently-To: trad-prt@...
X-Received: (qmail 93628 invoked from network); 25 Apr 2010 08:20:25 -0000
X-Received: from unknown (66.196.94.105)
by m1.grp.sp2.yahoo.com with QMQP; 25 Apr 2010 08:20:25 -0000
X-Received: from unknown (HELO mail-iw0-f188.google.com) (209.85.223.188)
by mta1.grp.re1.yahoo.com with SMTP; 25 Apr 2010 08:20:24 -0000
X-Received: by iwn26 with SMTP id 26so1499902iwn.6
for <trad-prt@...>; Sun, 25 Apr 2010 01:20:24 -0700 (PDT)
MIME-Version: 1.0
X-Received: by 10.231.183.130 with SMTP id cg2mr801381ibb.92.1272183624492; Sun,
25 Apr 2010 01:20:24 -0700 (PDT)
X-Received: by 10.231.38.134 with HTTP; Sun, 25 Apr 2010 01:20:24 -0700 (PDT)
Date: Sun, 25 Apr 2010 05:20:24 -0300
Message-ID: <n2wd12310011004250120j936f55dcs2d2dc923c5d72e0b@...>
To: trad-prt@...
X-Originating-IP: 209.85.223.188
From: Jussara Simoes <jsimoes@...>
Subject: PROF Book Translators Deserve Credit
X-Yahoo-Group-Post: member; u=192893381; y=6fUICYT5o3bBhvXgngDTAcPWDBAwYevd_gF9HciftS0fLraIMe_VDNkWZw
X-Yahoo-Profile: jussara_simoesbr
Content-Type: text/plain
Content-Transfer-Encoding: quoted-printable
X-eGroups-Approved-By: hfsantos2006 <hfsantos@...> via email; 25 Apr 2010 10:10:23 -0000



No cabeçalho acima, vejam o que está escrito duas vezes, no meio do cabeçalho e na última linha: 

X-eGroups-Approved-By: hfsantos2006 <hfsantos@...> via email; 25 Apr 2010 10:10:23 -0000

Quem não está sob censura prévia não tem essa linha no cabeçalho. Vejam um cabeçalho do prof. John Milton, que nunca fala com ninguém e, portanto, nunca será censurado (ele é que está certo!): 

From jmilton@... Sun Apr 25 09:57:43 2010
Return-Path: <jmilton@...>
X-Sender: jmilton@...
X-Apparently-To: trad-prt@...
X-Received: (qmail 63894 invoked from network); 25 Apr 2010 16:57:33 -0000
X-Received: from unknown (98.137.34.44)
by m14.grp.re1.yahoo.com with QMQP; 25 Apr 2010 16:57:33 -0000
X-Received: from unknown (HELO sarigua.uspnet.usp.br) (200.144.190.148)
by mta1.grp.sp2.yahoo.com with SMTP; 25 Apr 2010 16:57:31 -0000
X-Received: (qmail 21795 invoked from network); 25 Apr 2010 16:57:30 -0000
X-Mail-Scanner: Scanned by qSheff-II-2.1-r3 (http://www.enderunix.org/qsheff/)
X-Received: from siberia.uspnet.usp.br (HELO localhost) ([143.107.254.70])
(envelope-sender <jmilton@...>)
by sarigua.uspnet.usp.br (qmail-ldap-1.03) with SMTP
for <trad-prt@...>; 25 Apr 2010 16:57:29 -0000
X-Received: from 201-95-203-153.dsl.telesp.net.br
(201-95-203-153.dsl.telesp.net.br [201.95.203.153]) by www.webmail.usp.br
(Horde MIME library) with HTTP; Sun, 25 Apr 2010 13:57:29 -0300
Message-ID: <20100425135729.lwpux5ktlccos4wk@...>
Date: Sun, 25 Apr 2010 13:57:29 -0300
Return-Path: jmilton@...
To: Tradprt <trad-prt@...>
MIME-Version: 1.0
User-Agent: Internet Messaging Program (IMP) H3 (4.1.5-cvs)
X-Originating-IP: 200.144.190.148
X-eGroups-Msg-Info: 1:5:0:0:0
From: JOHN MILTON <jmilton@...>
Subject: Conferences, Calls for Papers, and New Book
X-Yahoo-Group-Post: member; u=641001; y=5xXrB_pqAOlvsvqMtiRbUAtaVRMUyGMlSKmFn5SBcRImb0tp
X-Yahoo-Profile: jmilton60
Content-Type: text/plain; charset=ISO-8859-1
Content-Transfer-Encoding: quoted-printable


Como devem ter percebido, o cabeçalho do prof. Milton não tem a tal linha 

X-eGroups-Approved-By: hfsantos2006 <hfsantos@...> via email; 25 Apr 2010 10:10:23 -0000

Isso quer dizer que ele não está sob censura prévia. Consultem os seus próprios cabeçalhos para saber quais de vocês estão sob censura prévia, é bem fácil. No site da lista, abra a mensagem e, do lado direito, clique em "Opções da mensagem" e em "ver código fonte". Observem bem os cabeçalhos das minhas mensagens antes de inventarem mentiras a meu respeito. Os vilões não têm acesso a esse código fonte, não podem adulterá-lo. Constatem a verdade e parem de mentir! 

As msgs. estão chegando à lista, sim, porém não chegam diretamente. Antes de chegarem a todos da lista, chegam somente aos censores, às donas solanges da lista, que vão ler e decidir se vocês têm o direito de ler o que eu e os outros censurados escrevemos ou não. É por isso que um monte de desinformados enviaram msgs. dizendo "eu recebi", "eu também", etc. TODOS RECEBERAM, MAS SÓ DEPOIS QUE UM DOS CENSORES RESOLVEU LIBERAR! Se ainda não entenderam, posso fazer um desenho.  

Nessa quadrilha, mais de um dos censores têm o descaramento de me escrever p/pedir trabalho! 
Isso tudo é tão ridículo que me dá pena. 

Essa gente que se arvora o direito de decidir o que 3 mil pessoas podem ou não podem ler são criaturas tristes, que não têm poder nenhum, nem dentro da própria casa. Resolveram, então, ser os donos das mensagens de uma lista de profissionais. É o máximo de autoridade que conseguiram alcançar na vida!

Desculpem-me, não concordo com o nome "politicamente correto" que inventaram p/censura. 
"Moderação" é CENSURA em "novilíngua". 

Com relação aos que se calam, aceitam tudo como cordeirinhos, continuem de braços cruzados até que seja  tarde demais. 

Um poema para reflexão: 


NO CAMINHO, COM MAIAKÓVSKI

Assim como a criança
humildemente afaga
a imagem do herói,
assim me aproximo de ti, Maiakósvki.
Não importa o que me possa acontecer
por andar ombro a ombro
com um poeta soviético.
Lendo teus versos,
aprendi a ter coragem.

Tu sabes,
conheces melhor do que eu
a velha história.
Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho e nossa casa,
rouba-nos a luz e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.

Nos dias que correm
a ninguém é dado
repousar a cabeça
alheia ao terror.
Os humildes baixam a cerviz:
e nós, que não temos pacto algum
com os senhores do mundo,
por temor nos calamos.
No silêncio de meu quarto
a ousadia me afogueia as faces
e eu fantasio um levante;
mas amanhã,
diante do juiz,
talvez meus lábios
calem a verdade
como um foco de germes
capaz de me destruir.

Olho ao redor
e o que vejo
e acabo por repetir
são mentiras.
Mal sabe a criança dizer mãe
e a propaganda lhe destrói a consciência.
A mim, quase me arrastam
pela gola do paletó
à porta do templo
e me pedem que aguarde
até que a Democracia
se digne aparecer no balcão.
Mas eu sei,
porque não estou amedrontado
a ponto de cegar, que ela tem uma espada
a lhe espetar as costelas
e o riso que nos mostra
é uma tênue cortina
lançada sobre os arsenais.

Vamos ao campo
e não os vemos ao nosso lado,
no plantio.
Mas no tempo da colheita
lá estão
e acabam por nos roubar
até o último grão de trigo.
Dizem-nos que de nós emana o poder
mas sempre o temos contra nós.
Dizem-nos que é preciso
defender nossos lares,
mas se nos rebelamos contra a opressão
é sobre nós que marcham os soldados.

E por temor eu me calo.
Por temor, aceito a condição
de falso democrata
e rotulo meus gestos
com a palavra liberdade,
procurando, num sorriso,
esconder minha dor
diante de meus superiores.
Mas dentro de mim,
com a potência de um milhão de vozes,
o coração grita - MENTIRA!

EDUARDO ALVES DA COSTA
Niterói, RJ, 1936






0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home